Serviço de registro genealógico

O Serviço de Registro Genealógico (S.R.G.O.G.) da ACOG foi criado, resumidamente, para agilizar os serviços competentes e aproximar os tutores e criadores dos técnicos, facilitando sua comunicação e resolução de problemas. Em sua estrutura, conta com um completo Regulamento Próprio (CLIQUE), o qual aborda diversas questões que explicaremos de forma bastante resumida abaixo.

O S.R.G.O.G. tem por finalidade executar os serviços de Registro Genealógico, habilitar e credenciar inspetores técnicos, encarregando-os dos serviços de identificação, avaliação e inspeção dos animais a serem registrados, manter a guarda dos documentos do registro genealógico, supervisionar os animais registrados, objetivando a verificação do cumprimento dos dispositivos regulamentares, prestar informações sobre o registro genealógico da raça, garantindo a fidedignidade destas informações, emitir parecer zootécnico para importação e exportação de cães da raça Ovelheiro Gaúcho e processar e resolver as reclamações ou denuncias feitas por seus usuários em relação ao Serviço de Registro Genealógico.

14666209_634592980035484_7108348352875980454_n
Figura 1: Membros do S.R.G.O.G. realizando a avaliação de um cão candidato ao registro (pedigree). 

Em sua estrutura, possui:

  • Superintendência do Registro Genealógico
  • Conselho Deliberativo Técnico

Ainda, a ACOG conta com  os Inspetores Técnicos, que são criadores membros do corpo de sócios e credenciados para auxiliarem os demais criadores de Ovelheiro Gaúcho na seleção de seus exemplares e orientação quanto à classificação e formação de núcleos de reprodutores, além de outras funções.


Sobre os animais registrados:

Serão inscritos no S.R.G.O.G. da ACOG somente os cães da raça Ovelheiro Gaúcho que se enquadrem no Padrão do Ovelheiro Gaúcho reconhecido e publicado pela ACOG e que não apresentem defeitos genéticos.  O S.R.G.O.G. adotará as seguintes categorias de animais:

  • Puros de Origem (PO).
  • Puros de Origem Intermediários (POI).
  • Puros de Origem Base (POB) Art. 12º

Puros de Origem (PO): Serão inscritos como PO os cães Ovelheiros Gaúchos nascidos ou não no Brasil, que sejam originários de pais PO com documentação que comprove suas origens e animais filhos de POI.

Puros de Origem Intermediários (POI): são considerados POI os cães nascidos no Rio Grande do Sul ou no Uruguai, que mesmo não podendo ser enquadrados como PO, possuam caracterização racial definida e sejam filhos de POB pelo lado materno ou paterno.

Puros de Origem Base (POB): são considerados POB os cães nascidos no Rio Grande do Sul ou no Uruguai, que possuam caracterização racial definida e não tenham registrados pai, mãe ou ambos progenitores, bem como possuam pelo menos duas das três funções da raça Ovelheiro Gaúcho.

Não deixe de ler nosso Regulamento de Registro Genealógico clicando aqui!

Anúncios