Sobre as exposições

As exposições da ACOG servem para balizar a seleção dos exemplares para reprodução, devendo-se enquadrar nos ganhadores aqueles animais que mais se aproximem do padrão racial morfológico, comportamental e funcional, características das quais a ACOG trabalha incessantemente para sua manutenção.

14632829_303469673379292_4991828124140171155_n
Figura 1: Ovelheiro Gaúcho sendo avaliado quanto sua morfologia.

Diferente de exposições de outras entidades cinófilas, as exposições da ACOG não têm por objetivo avaliar somente a beleza de per si dos exemplares concorrentes, mas sim o seu comportamento racial e a morfologia voltada para as atividades de pastoreio (“morfologia funcional”). 

14199517_276103022782624_3463896358666267262_n
Figura 2: Explicação ao público sobre a avaliação morfológica e comportamental que estava sendo realizada.

 

Os cães em pista são avaliados quanto seu comportamento, obediência ao dono e desenvoltura com o juiz e assistente de pista (clique aqui e conheça mais sobre nosso quadro de jurados). Assim, um cão medroso, agitado ou desobediente tem poucas chances de ser bem avaliado.

Quanto a morfologia, os cães são avaliados por juízes conforme o padrão racial. Cães que não se exercitem devidamente no serviço diário também terão poucas chances de ser bem avaliados, visto que a sua “morfologia funcional” provavelmente não chegará mais próxima do preconizado pelo padrão racial.

14725551_303466613379598_3289090324109742226_n
Figura 3: Avaliação morfológica/comportamental sendo realizada durante exposição da ACOG. Juiza: Eduarda Duval. Auxiliar de pista: Marcelo Mota.

Além disso, e é claro, as exposições servem para divulgação da raça, para congregar associados e para aproximar a associação do tutor/criador e público interessado, tornando possível um aprendizado de ambos os lados.

14724378_1114398101941737_1247410914182421100_n

15095033_644267289068053_7256244723750006106_n
Figuras 4 e 5: Exposições realizadas no município de Encruzilhada do Sul e Gravataí – RS, servindo como momento de congregação, informação ao público e aprendizado mútuo.

Sobre o nosso Quadro de Jurados: 

Um quadro de jurados deve ser altamente preparado e conhecedor da raça que está sendo analisada. Desta forma, a ACOG prima pela qualidade nos julgamentos morfológicos, comportamentais e funcionais.

Os integrantes que inicialmente formaram o quadro de jurados da ACOG foram criadores da raça Ovelheiro Gaúcho, Médicos Veterinários, Engenheiro Agrônomos ou pecuaristas com notório saber e conhecimento sobre os cães Ovelheiros gaúchos, bem como criadores de outras raças de pastoreio. Embora a ACOG ainda indique jurados dentre pessoas que julga saber e conhecimento sobre a raça ou que tenham conhecimentos zootécnicos necessários, hoje em dia é possível solicitar a participação no cargo de Jurado da Raça Ovelheiro Gaúcho. Para isto, o candidato poderá fazê-lo depois de assistir uma das palestras da ACOG sobre origem, formação e características comportamentais e morfológicas da raça, bem como participar de pelo menos duas exposições da raça como ajudante de pista.

 Clique aqui para conhecer melhor nosso quadro de jurados e sua formação.

Anúncios